Caminhada: São José/SC a Nova Trento/SC


2013 - fevereiro, 08 a 12

Para não repetir caminhada que tínhamos efetuado recentemente e que estava sendo reprogramada por nossa associação (ACACSC/SC) para aquele carnaval,  combinamos com Armi e Arruda essa alternativa que se mostrou excelente.

A proposta era ir de São José/SC até Nova Trento/SC, passando por São Pedro de Alcântara/SC, Agelina/SC, Major Gercino/SC e São João Batista/SC, num total de aproximadamente 130 km.



Dia 1: 08/02/2013 (sexta)
Percurso: São José - São Pedro de Alcântara
Hora início: 8h26m
Distância: 24,77 km
Hora fim: 15h02m
Pernoite: Casa D. Dalva

Durante a noite de quinta-feira chovera muito e a sexta amanheceu nublada, mas sem chuva. Tomamos o café da manhã e saímos de casa com mochila às costas para nos encontrarmos com a Armi e o Arruda aqui perto de casa.

Tão logo chegamos na rua o tempo começou a mudar e uma garoa fina nos obrigou a colocar nossas capas.

Pouco tempo depois Armi e Arruda chegaram e partimos.

O primeiro dia desse trajeto é  muito ingrato porque a primeira fase é toda efetuada em área urbana, boa parte margeando a BR-101 e, depois, na segunda parte o caminho segue o trajeto da SC-407 que não dispõe de acostamento e os caminhantes são forçados a dividir a mesma via usada pelos veículos. Por ser uma rodovia com grande movimento de veículos, torna-se perigoso.




A temperatura não estava baixa fazendo com que suássemos muito embaixo das capas. Durante o trajeto a chuva se alternou com momentos estiagem possibilitando aliviar um pouco do suador amarrando as capas às costas.


Chegamos às 15 horas na casa de D. Dalva, onde pernoitaríamos.

Depois de um reconfortante banho e do tratamento às roupas e botas encharcadas, saímos para um chopp do Die Kleine Kneipe Weisskopf, o interessante e agradável pub alemão que fica ali ao lado da igreja de São Pedro de Alcântara. Não jantamos lá porque já havíamos combinado com dona Dalva o pernoite com janta e café da manhã.



Jantamos e tivemos uma boa noite de sono.




Dia 2: 09/02/2013 (sábado)
Percurso: São Pedro de Alcântara - Angelina
Hora início: 8h33m
Distância: 30,15 km
Hora fim: 16h43m
Pernoite: Pousada Recanto das Kolinas

O sábado veio com tempo bom.

Na saída de São Pedro de Alcântara, tiramos foto em frente ao pub e junto ao monumento dos imigrantes e partimos.



Logo entramos em área rural e pudemos curtir as belas paisagens da região. O sol estava inclemente e nossa reserva de água não foi suficiente, tendo que pedir em casas da região, onde fomos muito bem atendidos.



Estávamos ainda no trajeto rural e fomos chamados por um casal para irmos na casa deles tomar um café. foi uma boa pausa. Tivemos de pedir desculpas por interromper a boa conversa para seguirmos na caminhada.

Com aquele calor os morros da região, que já não são fáceis, tornaram-se ainda mais desafiantes.



Quando chegamos em Angelina, surpreendemo-nos com a movimentação e a estrutura que estava sendo montada para a festa de carnaval. Soubemos, depois, que Angelina tem um carnaval forte, concentrando pessoas de todos os municípios da região.

Tendo em vista esse movimento de carnaval, não tínhamos conseguido vaga no hotel do centro e fizemos uma reserva na Pousada da Kolina, que fica a pouco mais de dois quilômetros do centro e tínhamos combinado com a proprietária de nos encontrarmos na padaria.

Aproveitamos para fazer um lanche, delicioso, por sinal. Difícil escolher o que comer entre tantas opções de arregalar os olhos. Para encerrar ainda comemos rosca de polvilho com mel, que fechou com chave de ouro.



A pousada fica sobre uma colina, onde há diversos chalés. Instalamo-nos no último deles, bem perto da floresta, onde há um córrego.

Tendo em vista que a pousada não fornece refeições, ligamos para uma pizzaria e pedimos pizzas para jantar.




Dia 3: 10/02/2013 (domingo)
Percurso: Angelina - Major Gercino
Hora início: 8h09m
Distância: 32 km
Hora fim: 16h27m
Pernoite: Hotel e Rest. Senadinho

O domingo também veio com névoa, fresco, convidando-nos para caminhar.

 


Seguindo a orientação da proprietária, deixamos o dinheiro da diária e as chaves do chalé escondidos no local combinado e saímos em direção ao centro da cidade de Angelina para tomarmos o café da manhã na mesma padaria onde lancháramos no dia anterior. As tentações eram tantas que tivemos de ter cuidado para não comer demais.

Partimos, então, rumo a Major Gercino, nosso destino do dia.

Passamos em frente ao convento das Irmãs Franciscanas, onde funciona a Hospedaria Blumengartenhaus que também é uma boa opção de hospedagem ou para almoço e seguimos em direção ao bairro Garcia.


Pouco antes de chegar ao Garcia uma garoa nos obrigou a recorrer novamente às capas de chuva.


Esse trajeto até Major Gercino tem a segunda metade bem puxada e, antes de chegar, tem um morro daqueles que depois de subir bastante, a cada curva a gente acha (ou torce) para que esteja acabando, mas quando se vence a curva, descobre-se que ainda tem chão para subir. E nas várias repetições desse jogo de ilusões, por fim se vence a subida, vindo, então, o desafio da descida que vai testar outros grupos de músculos de nossas pernas.


Por último, a longa e cansativa estrada na entrada da cidade que tem que ser atravessada até chegar ao hotel.

Onde pernoitamos, apesar de ser Hotel e Restaurante, não servem jantar, então tivemos que nos contentar em fazer lanche.



Dia 4: 11/02/2013 (segunda)
Percurso: Major Gercino - São João Batista
Hora início: 8h48m
Distância: 25,6 km
Hora fim: 16h10m
Pernoite: Hotel Dom Raphael

Na manhã de segunda tomamos um café no hotel e partimos.


Há duas opções de trajeto até São João Batista, são duas estradas margeando o Rio Tijucas. Numa delas, a leste (lado onde fica a sede do município), é a SC-108, asfaltada.

A outra opção é no lado oeste do rio, por uma estrada sem pavimentação que foi a que escolhemos.

Ali próximo ao hotel há uma ponte pênsil que atravessamos para acessar a estrada.

Era uma segunda-feira de muito sol e calor.

Acompanhando as curvas do rio seguimos caminhando pela estrada, curtindo a fantástica paisagem e comendo peras que colhíamos em galhos que se projetavam para a estrada.


Na localidade de Colônia de Dentro paramos para fazer um lanche que havíamos trazido por saber que não haveria alternativa de comprá-lo no caminho.

Essa região tem várias propriedades que trabalham no beneficiamento do fumo.





Paramos em uma casa para solicitar água e fomos muito bem recebidos e, numa gostosa sobra de frondosa árvore ficamos conversando com as moradoras enquanto aproveitávamos para descansar um pouco.


Foi um dia de caminhada estafante por conta do sol, mas que valeu muito cada passo dado.

Em São João Batista, depois de nos instalarmos no hotel, saímos para jantar e tomar umas cervejas e voltamos para dormir e recobrar as forças para o último dia.



Dia 5: 12/02/2013 (terça)
Percurso: São João Batista - Nova Trento (Santuário Santa Paulina)
Hora início: 8h18m
Distância: 17,45 km
Hora fim: 12h42m


O dia amanheceu prometendo.

Seguimos pela rua Augusto Marcos Soares, que é uma via alternativa para Nova Trento, não pavimentada, favorecendo a atividade de caminhada.




O trajeto de São João Batista até Nova Trento por essa estrada é muito tranquilo e fornece boas sombras.

Chegamos sem dificuldades a Nova Trento e, dali, partimos diretamente para o Santuário de Santa Paulina que fica distante 7 km.



No caminho, passamos por adegas que visitamos.




Finalmente no Santuário, fizemos nossas orações.



De volta a Nova Trento, almoçamos e fomos para a rodoviária onde tomamos um ônibus para São José.





Distância total percorrida: 129,97 km



Nenhum comentário: